A ousadia do re-começar

Re-começar.

De novo e de novo e de novo, quantas vezes forem necessárias.

Até aprendermos o que deve ser aprendido.

Até sabermos focar no que é essencial.

Re-começar.

Mas não como da última vez, pois estamos sempre mudando e, se permitirmos, podemos lançar um novo olhar a velhos problemas.

Quem sabe assim parar com o ciclo de repetições, re-ações, re-começos para adentrar numa jornada de inovações, criações e diligência?

Nesse natal me permito fazer um pedido: que eu possa ser e manifestar e mudança que quero ver no mundo (Gandhi me inspira). Devagar. Um passo de cada vez.

E que sejam passos inteiros, para que não precise mais recuar.

Recomeçarei, quantas vezes forem necessárias, minhas resoluções de ano novo. Não importa o que houve antes. Aprendi como não fazer. Já sei onde geralmente tropeço.

Já conheço.essencia

Que eu saiba ousar. Que eu queira saber como posso funcionar melhor. Que eu saiba calar pensamentos não essenciais. Que eu ouse querer mais, saber mais, ser mais, pois acredito que o funcionamento humano ideal está muito além do que estamos estou manifestando.

Agora, que eu aprimore.

E sei que não estou sozinha nessa.

Perguntei no facebook como as pessoas geralmente fazem suas listas de metas para o novo ano, e tive respostas criativas, que me inspiraram a fazer diferente do que geralmente venho fazendo.

E aproveitando a energia de esperança e carinho que grande parte do mundo está vibrando nesse momento (é Natal!!) vou me deixar guiar pela confiança e fé.

E estendo o convite a você, que corajosamente me lê até aqui.

Vamos ousar sonhar alto. E colocar prazos. A planejar semana a semana o que será necessário para chegar lá. Adeque sua agenda, comece aos poucos a mudar seus hábitos. E tudo isso, focado no amor e na paixão pelo o que você deseja e quer para si.

O sentido (propósito) das ações será nosso norteador em todos os passos. E que assim seja.

E assim será!

we-can-do-it

Anúncios

Elogio a segunda-feira

Toda segunda-feira guarda em si uma semente de renovação, uma amostra grátis do que a gente geralmente sente no Ano-Novo: a possibilidade de re-começar.

Não é a toa que a Segunda é o dia mundial das promessas😮 início de um regime, de uma atividade física, daquele curso que você sempre quis fazer….

Enfim, é quando a gente pretende colocar em prática a lista de promessas feita no final do ano!

Segunda-feira é dia de começar com a casa arrumada, escritório organizado, um toque de perfume e um beijo em quem você ama.

Aliás, já reparou que aqueles itens que ainda estão bagunçados parecem que incomodam ainda mais na Segunda do que em qualquer outro dia da semana?

Porque segunda-feira é assim: um potencial de vida nova que muitas vezes não germina por não oferecermos um mínimo de fertilidade necessária para essa semente vingar.

E enquanto pisamos nessa semente, alheios aos frutos que ela poderia oferecer, reclamamos, com sono, não conscientes das nossas reais vontades e necessidades, afirmando que esse é o pior dia da semana.

Hunf!

Se penso, logo sinto, que tal mudar sua perspectiva e fazer de cada segunda-feira um momento de renovação e brindar, como no ano novo, pequenas grandes conquistas que podem deixar você um pouco melhor do que era na semana passada?

 

 

Tenho que estudar tudo!

Eu havia prometido para um ex aluno meu de orientação profissional que o meu próximo post seria destinado a ele, em função de uma dúvida e uma angústia que ele compartilhou comigo e percebo cada vez mais recorrente entre adolescentes, vestibulandos e até mesmo universitários em geral.

A ideia de que precisam estudar tudo, e a angústia que isso causa.

É claro que a quantidade de matéria a ser estudada para um vestibular, uma prova de concurso, ou uma monografia de conclusão de curso tende ao infinito. Enquanto que, para uma prova específica da escola ou da faculdade você precisa estudar páginas ou capítulos específicos, para o vestibular, por exemplo, você precisa dominar “Biologia“, e não os capítulos 7 e 8 do livro dois.

O problema está em como a gente organiza e PENSA, a nossa rotina/meta/hábito de estudo, ali, no dia a dia, naquela terça friorenta em que você está em casa, o MSN e o face te seduzindo e você pensa, no auge de determinação, responsabilidade e luz cósmica que invade sua consciência:

Eu vou estudar!

E você se dirige à sua mesa, olha aquela montanha de livros, apostilas e rabiscos no caderno e não sabe por onde começar. Pega a matéria que teve no dia, ou uma apostila aleatória, começa a ler, e vai ficando angustiado. Não vai dar tempo!! É muita coisa! Tenho que estudar tudo!

Você passa algumas horas estudando e capota, com uma sensação de derrota, afinal, não conseguiu o que precisava, que era estudar tudo.

Percebem como é impossível sair satisfeito quando a meta é algo inatingível?

Estudar tudo? Tudo o quê? Quanto é tudo? Quantas horas por dia você tem, de verdade, para estudar? Quatro horas? Dá para estudar TUDO de qualquer coisa em quatro horas?

Aliás… dá pra estudar tudo de alguma coisa em uma vida?? 😉

Cuidado com as armadilhas da nossa mente, afinal, o cérebro responde à palavra.

A sensação de derrota e angústia vão continuar te perseguindo enquanto a sua meta for algo impossível, impraticável, e sem formas de avaliar o quanto você está caminhando… afinal, se preciso estudar tudo, quando é que você vai sentir o gostinho do “terminei”?

Insisto: elabore um roteiro de estudo. Faça algum planejamento, um que se encaixe na sua realidade e no seu perfil. Já postei algumas dicas nesse blog, mas existem outras tantas formas de estudar! O importante é se organizar e colocar metas realistas, simples e mensuráveis. Diga a você mesmo: hoje vou estudar o capítulo 11 e 12, e fazer os exercícios da atividade 15. Pronto! Você já tem o que fazer, no que se aprofundar, e tem hora certa para encerrar sua atividade.

Sabe o gostinho que dá?

De competência e eficiência.

E isso sim é um dos melhores estimulantes para o estudo. 😉

Lista de Dificuldades e Metas


 

 

 

 

Dificuldade: não consigo me organizar para postar com mais frequência no meu blog

Meta: me organizar para postar com mais frequência no meu blog

Estratégias:

  • reservar duas horas por semana para o blog (horário fixo)
  • listar as vantagens de manter o blog atualizado
  • avaliar os pensamentos que me travam para escrever textos novos
  • uma vez por mês escrever vários textos mais curtos para ter na reserva

 

Sugestões?