2012 e o fim de um mundo

tic tac tic tac

o tempo passou, passou, na velocidade que nossa consciência permitiu observar.

Ora rapidamente… ora em câmera lentaa a aa

Tic tac tic tac

Um novo ano chegou, carregando consigo toda a esperança, a motivação e a energia que a renovação de um ciclo traz consigo.

Os fogos de artifício explodem com luz e som intensos, afastando energias negativas, nos deixando inspirados, com sorrisos no rosto, nem ligando para a chuva que caía (cruelmente? abençoadamente?) dos céus do litoral brasileiro.

O ano de 2012 traz, como todo ano novo, uma reserva especial de esperança. E a promessa mítica (e polêmica) de que o fim do mundo nos espera.

hmmm…

Ok. Eu tenho portanto uma resolução de começo de ano que quero compartilhar com vocês.

Que 2012 não seja um ano de esperança, que seja um ano de ação, de atitude.

Que 2012 traga o fim de um mundo para você.

E que mundo você que encerrar?

Da preguiça? Da procrastinação? Do medo? Da solidão? Talvez você queira acabar com um mundo de tristezas e melancolias. De abusos e agressões. Talvez seja a hora de você eliminar todos os habitantes do mundo do egoísmo ou da arrogância.

Qual será o seu fim do mundo?

Eu não espero que nesse ano eu consiga as metas x, y e z. Eu não quero para mim esperança. Estou há muitos anos esperando…esperando.

Para esse ano que nasce e se espreguiça ainda lentamente, eu quero realizações. Não espero que as coisas aconteçam, eu sei que elas vão acontecer.

E se assim você desejar, o mundo infinito de possibilidades também se mostrará aberto para você.

Lembra? Somos aquilo que pensamos. Somos do tamanho dos nossos princípios e dos nossos sonhos.

Quem tem olhos, que veja. Quem tem ouvidos, que ouça.

Que seja mágico para todos nós.

Q.F.

Anúncios

8 comentários sobre “2012 e o fim de um mundo

  1. Margit Mária Keresztes disse:

    Somos aquilo que pensamos! Será verdade? Na dúvida, neste início de um novo ano me proponho uma nova atitude: vou me permitir sonhar…mas sem pesadelos!

    • Tem pesadelo pior que não viver os próprios sonhos? (re)Começar com uma nova atitude é um grande passo, talvez o mais difícil de todos, na direção daquilo que a gente realmente deseja. 🙂

  2. Ana Colli disse:

    Conheci o blog agora, e estou lendo os post. Simplesmente estou adorando. Parabéns pelo trabalho.

    Vou começar a cursar psicologia, mas como os guias de profissões não tiram todas as nossas dúvidas. Eu continuo na dúvida de como é o dia-a-dia de um psicologo.

    • Obrigada Ana, que bom que você está gostando!!

      Você falou algo importante: o guia de profissões é, como diz o nome, um guia, aquele que dá algumas orientações e indicações, ele jamais tirará todas as suas dúvidas.

      Diga-se de passagem, que mesmo eu formada e atuante na área continuo tendo uma série de dúvidas, rsrsrs…

      Quanto ao dia a dia de um psicólogo, depende muito do tipo do profissional e da área em que ele vai atuar. A rotina de um psicólogo clínico, hospitalar e organizacional, por exemplo, são completamente diferentes. Vale a pena encontrar alguns profissionais de áreas diferentes e entrevistá-los, que tal?

  3. Maria Eduarda disse:

    Eu quero que nesse novo ano a Nina cumpra sua promessa de fazer um post sobre Felicidade e seu congresso no Rio de Janeiro heheheh 🙂

    E quero que nesse novo ano esse Blog continue nos informando, alegrando, com seus lindos textos.

    FELIZ ANO NOVO!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s