Semana temática: como escolher uma profissão?

Essa é uma questão delicada, e talvez por ser feita quando estamos muito jovens, deixamos de lado aspectos fundamentais na hora da escolha profissional, e a chance de nos frustrarmos com uma carreira equivocada é muito grande.

De fato, em algumas faculdades particulares, o índice de desistência nos dois primeiros anos de curso é de mais de 40%. Isso é muito alto.

Existem quatro grandes eixos que devem permear qualquer orientação profissional:

  1. Autoconhecimento
  2. Conhecimento das profissões
  3. Preparação para vestibulares e concursos
  4. Mercado de Trabalho
Essa semana vou dedicar um tempo e um post para cada um desses eixos. Mas, como um aquecimento, podemos focar em 4 pequenas-grandes perguntas que nos ajudam de forma considerável quando queremos obter mais infomações sobre profissões. Ideal para as pessoas que estão em dúvida entre 3 ou 4 carreiras diferentes. Busque informações para responder às seguintes questões:
  • O que é? – descrição da profissão e da formação. O que é essa profissão, o que faz, quais são as matérias do curso, que tipo de curso tem (graduação? técnico?). Dois excelentes sites com informações sobre cursos universitários: www.opee.com.br e www.guiadoestudante.com.br 
  • Como é? – como é o dia a dia do profissional? O que ele realmente faz no seu cotidiano? Assistir a entrevistas, visitar locais de trabalho, conversar com profissionais da área é a melhor forma de sentir o que é essa profissão na prática.
  • Onde é?quais as possíveis ocupações dessa profissão? Com o que ele pode trabalhar? Como é o local de trabalho, com quem costuma trabalhar, o ambiente é mais formal ou mais despojado?
  • Para quê?essa é uma perguntinha especial e que a maioria das pessoas não dá muita bola, mas eu diria que é exatamente aqui que reside a motivação de um profissional de sucesso: qual a missão da minha profissão? Qual a sua contribuição social? Ou seja, qual é a minha participação na sociedade, que tipo de legado poderei deixar exercendo essa profissão? 
Reserve um tempo para meditar em cada uma dessas questões. Avalie em sites, vídeos do youtube, e – fundamentalmente – , dialogando com profissionais da área, pessoas mais experientes que poderão te auxiliar nessa busca.
E atenção: nessa hora, busque INFORMAÇÕES, nada de opiniões. Opinião é algo muito pessoal, e depende das experiências únicas e intransferíveis de uma pessoa. Eu posso achar psicologia maravilhosa, e uma outra psicóloga, que não se identifica muito com a área ou com o perfil, e que consequentemente não deu muito certo no mundo psi, pode emitir uma opinião completamente diferente.
Busque informações: como é? O que estuda? Quanto tempo de faculdade? Quais as ocupações possíveis? Etc etc.. é com base nessas informações que você poderá começar a emitir a SUA opinião.
Que, diga-se de passagem, só terá valor para você.
Nos encontramos amanhã, no post sobre autoconhecimento.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s