Cuidados ao escolher uma profissão

Essa tirinha, retirada do excelente Um Sábado Qualquer, passa aquela sensação dúbia de riso e preocupação.

Tirando a parte sociopata do jovem Caim, ao ler o quadrinho lembrei-me de um sábio conselho do professor Leo Fraiman, sobre nosso “dever moral” em sermos bons naquilo que fazemos. “Não temos o direito de ser medíocres!” , dizia ele.

Pense nas consequências em exercer de forma medíocre sua profissão: um mau cozinheiro pode estragar um belo jantar cujo objetivo seria um pedido de noivado. Aquele professor ranzinza, além de atrapalhar o aprendizado de inúmeros jovens, pode passar uma imagem negativa do conteúdo ensinado e desestimular centenas de alunos a seguir aquela carreira. Um advogado frustrado pode não investir toda sua energia ao defender um caso crucial para você. Um marceneiro que faz o que faz por obrigação ou motivado apenas pelo dinheiro, provavelmente não fará aquele acabamento de primeira que você merece, e por aí vai.

Em 2009 foi realizada uma pesquisa no Brasil (assim que eu achar a fonte publico aqui) onde foi constatado que apenas 8% da população estava satisfeita com a profissão que exercia.

Ou seja, temos, no mínimo, um enorme e esmagador contingente de 92% (!!!!) de pessoas frustradas com o próprio trabalho!!!

Não é a toa que cresce o número de pessoas estressadas e com sérios problemas de saúde. Não é a toa que os índices de pacientes com transtornos de humor cresce a cada ano, ganhando quase um status de epidemia. Não é a toa que há tanta insatisfação com os serviços prestrados, tanta raiva engasgada, tanta agressão.

Experimente fazer, dia após dia, algo que você não gosta, que não tem significado para você.  Depois de alguns meses – às vezes anos – como você acredita que vai estar?

Vender nossa alma, nossos sonhos e nossos desejos por uma “pseudo” segurança ou felicidade não funciona. Você se tornará um profissional medíocre.

Você continuará alimentando o sistema.

Anúncios

9 comentários sobre “Cuidados ao escolher uma profissão

  1. Ah… nem preciso dizer que mandou muito bem!
    Acho que eu não fui louca de fazer o que fiz, largar o sistema… Não tava dando mais mesmo. Vi que ia ficar super doente logo logo! Sem contar o stress e a frustração.
    Beijão e uma ótima semana,

    • Obrigada Marisa! E o mais impressionante é que a maioria esmagadora das pessoas está vivendo uma situação assim.. E me pergunto: afinal, que diabos estão fazendo as nossas escolas??? 😦

  2. Luana disse:

    Nossa, esse post me deu vontade de chorar. Estou vivendo essa situação e não sei o que fazer, estou perdida.

    • Olá Luana… Perceber que você está em uma situação desagradável é o primeiro passo para poder sair disso. Você pode investigar outras áreas e profissões que te interessavam, mas que você não dava muita bola, ou então buscar a ajuda de algum profissional de Orientação Profissional e/ou coaching.
      Boa sorte!

  3. Luana disse:

    Nina, falta um ano e meio pra eu me formar. Estou decepcionada com o curso, sem motivação para estudar. Ás vezes dá vontade largar tudo, mas tenho medo.
    O que posso fazer ?

    • Analise primeiro o que está tirando sua motivação, e veja se a aproximação do final da graduação – e tudo que está relacionado a esse momento delicado da vida acadêmica – está influenciando de forma negativa seu discernimento.
      Frustração e decepção referem-se às expectativas que não foram alcançadas… O que você esperava que não aconteceu? Será que a decepção é sobre o curso em si, ou algumas situações específicas, mais facilmente contornáveis? O que te motivou a buscar esse curso? Como você ve isso agora?
      Uma dica importante é conversar com algum professor de confiança ou o coordenador do curso, muitas vezes eles oferecem perspectivas maiores do que as que podemos enxergar.
      E se a angústia for muito grande, repito, busque um BOM profissional para te ajudar nessa fase tão bonita e importante da sua juventude. 😉

  4. Maiélica disse:

    Olá, Nina sou academica de Psicologia e estou ainda no 2ª periodo. Mas confesso que adorei seu site, muito bem estruturado e atual; e também fiquei muito satisfeita em saber que uma profissional tem um site da sua categoria.
    Parabéns e espero que continue com o trabalho.

    • Olá! Seja bem vinda! Fico muito feliz quando o blog atrai alunos de psicologia! Aliás, isso me dá uma saudade da época em que dava aulas na universidade, rsrsrs… Fique à vontade, a casa é sua. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s