Rotina de Estudos – definindo como estudar

Definir como estudar é a parte mais delicada, pois é muito particular. O importante é você identificar quais estratégias você gosta de usar, manter o que funciona e descartar o que não funciona.

Aliás, de primeira podemos afirmar: decoreba não funciona.

Ok, pode ajudar em algumas provas, se você tem facilidade em memorização e estuda um dia antes. Mas depois de poucos dias você já esqueceu grande parte do que havia “estudado”.

Se pensarmos a longo prazo, nas demandas de um vestibular, concurso público ou de uma profissão propriamente dita, a estratégia é ineficaz. E geralmente traz consigo desconforto, tensão, angústia.

Isso porque a decoreba é feita através de um processamento superficial da memória. Para reter por mais tempo um conteúdo e conseguir acessá-lo de forma mais eficaz e segura, é necessário criar um processamento profundo,  fazendo com que as informações vão para a memória de longo prazo.

– Lindo isso, mas como eu faço essa “memorização profunda??

De várias formas possíveis. Vou postar algumas dicas. Testem por uma semana e veja como fica o rendimento da(s) hora(s) de estudo.

1) Primeiro passo: aquecendo o cérebro

Toda matéria é constituída por conceitos simples que, ao se agruparem, formam um todo maior e mais complexo. Quando estamos em dúvida ou com dificuldade em algum assunto, é importante conseguir destrinchar o tema em seus conceitos-chaves e descobrir onde nosso cérebro “travou”.

Para isso, faça o seguinte: ao definir que matéria você vai estudar, pense: qual o tema que estamos estudando atualmente? Quais os conceito-chaves necessários para entender esse tema? Desses conceitos-chave, quais eu domino, quais estão ainda frágeis e quais eu não entendi n-a-d-a?

Exemplo: 

Matéria – Química

Tema: Tabela Periódica

Conceitos-chave:

átomo  – entendi

famílias (constituição, propriedades) – entendi mais ou  menos

Para fazer esse pequeno resumo, você já está resgatando várias informações da sua mente e se preparando para começar a estudar. E, definindo que o conceito de família ainda não está firme, dedique um pouco mais de tempo e atenção nessa parte da matéria.

2) Estudando – onde

a) Separe um lugar específico para estudos. Seu cérebro precisa se acostumar com uma nova rotina, e fazer associações.

Olha que interessante: imagine que você está com muita vontade de ir ao banheiro, mas está parado no trânsito. Em alguns momentos você até esquece que precisa urinar, mas ao chegar em casa, a vontade parece que triplica! Seu cérebro sabe que você está perto de um banheiro, afinal, ele associou banheiro com xixi a satisfação das suas necessidades fisiológicas. E aí você sai correndo.

Estudar deitado na cama, por exemplo, complica a vida, pois seu cérebro também associou sua cama com sono, repouso, descanso.

Portanto, escolha uma mesa, de preferência sem muitas coisas em cima para não te distrair. Não coloque todo o material perto de você. Selecione apenas os livros/textos/cadernos/apostilas da matéria que você vai estudar, desligue a televisão e mãos à obra.

b) Lendo a matéria

A cada meia página (ou uma página, dependendo da quantidade de informação contida) pare por 15 segundos, feche os olhos e se pergunte: o que eu acabei de ler?

cri cri cri…

E é isso mesmo.. a tendência, nas primeiras vezes, é surgir um desconforto e um vazio em sua mente, e você precisa reler alguns parágrafos para responder essa pergunta.

Isso acontece porque sua leitura ainda está superficial. Se você vencer esse desconforto inicial e continuar se perguntando, ao final dessa uma semana-teste você vai conseguir aprofundar o processamento das informações e ficará MUITO mais fácil e rápido resgatar o conteúdo da matéria posteriormente.

Se você está resolvendo exercícios, você pode ser perguntar, também de olhos fechados: que conceitos eu usei para resolver essa questão? Do que se tratava realmentew

c) Relações com a vida prática

Para fechar com chave de ouro e se tornar um mestre ninja-jedi-chuck norris da arte de estudar, encontre as relações do que você está estudando com a sua vida.

Um bom professor faz isso em sala de aula. Mas se você não conta com um bom professor, tente relacionar o conteúdo, ou as habilidades usadas para apreender o conteúdo, com algo prático na sua vida.

Por exemplo: estudar geometria faz com que o seu cérebro treine as relações entre objetos e espaço. Ou seja, você está exercitando sua memória espacial…. o que será muito útil para seu sucesso com balizas. Ou, ao querer decorar sua nova casa, ter noção do que são 50m², conseguir visualizar sofás, mesas e quadros, antes de ir às compras. 😉

Reparem que as dicas referem-se a pequenas atitudes e mudanças de comportamento que, se praticadas, podem fazer uma grande diferença e diminuir consideravelmente seu tempo de estudo, aumentando a qualidade na apreensão do conhecimento e – o mais importante – exorcizando aquela angústia das vésperas de prova ou da sensação de fracasso.

O que você perde experimentando?

Anúncios

22 comentários sobre “Rotina de Estudos – definindo como estudar

  1. Luisa disse:

    Nossa, Nina adorei essa aula de “como estudar”.
    Estou estudando para um concurso público e vou adotar essa nova forma de estudar!

  2. Matheus disse:

    Nossa, parabéns por esse artigo, vou começar a adotar esses métodos, pois estou chegando perto de começar a prestar vestibulares, vou para o 2 ano do ens. médio, e espero que essas dicas me ajudem. PARABÉNS mesmo !!! =D

  3. Eliza Grosskopf disse:

    Olá adorei fiz um quadro com as dicas colei e estou conseguindo comprir com o meu proposito. Nas primeiras semanas foi horrível pois fiz no quadro 3:00 horas para estudar então fui difícil, pois estava viciada em net. Mais uma dica para as pessoas :FORÇA DE VONTADE É TUDO. Beijus

    • UAU! Parabéns Eliza!! E muito obrigada por compartilhar o seu sucesso, deixou minha segunda-feira ainda mais feliz, rsrsr… Espero que seu exemplo ajude a motivar tantos outros estudantes,de 8 a 80 anos. 🙂

  4. Olha, sua guia está me ajudando bastante, antes de ler isso eu não conseguia me consentrar para estudar para o vestibular, agora está muito mais agradável, se eu conseguir passar no ano que vem, você fará parte disso, muito obrigado

  5. Muito bom!! Adorei! Vou fazer o possível e o impossível para colocar todas as dicas em prática. Precisava muito disso. Obrigada!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s